Nova sede do Caps Gregório de Matos, no Pelourinho, é inaugurada pelo Governo da Bahia

Na manhã desta quinta-feira (15), o governador Jerônimo Rodrigues inaugurou a nova sede do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Gregório de Matos, situada na Rua Frei Vicente, no Pelourinho, em Salvador. A unidade funcionava, anteriormente, em uma estrutura menor, e, agora, passa a ter a capacidade de atendimento ampliada em 68%, garantindo assistência para cerca de 840 pacientes por mês e proporcionando maior conforto aos funcionários e pacientes.

O novo equipamento contou com um investimento de R$ 2,8 milhões, entre obras físicas, equipamentos e manutenção dos serviços. No local, os pacientes de 54 localidades de Salvador que fazem parte do Distrito de Saúde do Centro Histórico encontram acolhimento inicial, atendimento individual, atendimento em grupo, atendimento para familiar, atendimento domiciliar, atendimento à crise, além de ações de reabilitação psicossocial, práticas corporais, matriciamento e ações de reabilitação psicossocial.

A unidade é especializada no acompanhamento de pessoas que enfrentam problemas decorrentes do uso prejudicial de álcool, crack e outras drogas, assim como aqueles com comorbidades psíquicas associadas, incluindo adultos, adolescentes e crianças de ambos os sexos. O serviço prioriza o atendimento a gestantes, crianças, adolescentes e idosos que fazem uso prejudicial de drogas.

Maria Rita Gonçalves, mãe de um paciente, ressaltou a importância do Caps para aqueles que necessitam de atendimento: “para nós, familiares, esse lugar é essencial. É um local onde as pessoas podem encontrar o suporte necessário para lidar com os desafios relacionados à saúde mental. A reforma e adequação deste espaço são muito significativas para aqueles que dependem desse serviço”.

A equipe do Caps é composta por 29 profissionais, entre agentes sociais, psicólogos, educadores, enfermeiros, profissionais de educação física, diretores de serviços de saúde, analista de informação em saúde, médicos clínico e psiquiatra, técnico de enfermagem e assistente social. O horário de funcionamento da unidade é das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Convênio

O serviço do Caps funciona através de um convênio firmado pela Secretaria estadual da Saúde (Sesab) com a Universidade Federal da Bahia (Ufba), no valor anual de R$ 2,3 milhões, que viabiliza a contratação de serviço de gestão da unidade com o intuito de capacitar e formar profissionais especializados.

Juliana Amaral, diretora da Escola de Enfermagem da Ufba, que vai gerir o equipamento, enfatizou a importância da nova estrutura para a melhoria do serviço oferecido: “com esse espaço, nossa equipe terá uma estrutura mais adequada para oferecer um atendimento de qualidade aos pacientes. As intervenções feitas pelo Governo da Bahia certamente beneficiarão o trabalho realizado aqui”.

Ampliação da rede

O Governo do Estado ampliará a assistência, construindo mais 24 Centros de Atenção Psicossocial (Caps) e unidades de acolhimento. Esses equipamentos são especializados no tratamento e reinserção social de pessoas com sofrimento ou transtornos mentais graves, além de atendimento de pacientes com transtornos decorrentes do uso problemático de substâncias psicoativas.

As novas unidades serão construídas dentro do Programa de Fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado da Bahia – Prosus Il, que está sendo elaborado pela Sesab em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Na primeira fase da iniciativa, foram entregues, nos anos de 2019 e 2020, dez Caps. Todas essas unidades reforçam a Rede de Atenção Psicossocial (Raps) da Bahia, que, hoje, conta com 299 Caps, sendo nove sob gestão estadual.

Repórter: Tácio Santos/GOVBA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *